quarta-feira, 30 de novembro de 2011

0 UBD - Um Belo Dia

Postado por Priscila de Oliveira às 16:34 0 comentários Links para esta postagem

Um belo dia você acorda decidida esquecer das noticias e ausências que te feriram tanto. 
Levanta e vai levando a vida lembrando, querendo esquecer. 
Vai à padaria ou até o ponto de ônibus querendo sentir o cheiro de encanto. 
Mas só sente o cheiro de lembrança. É que quando dói demais a gente não acredita que 
um dia a dor passa, mesmo que todo mundo fale. Mas passa. De verdade. 
É que a vida tem mesmo dessas voltas e acreditar nas pessoas e nas suas boas intenções 
ainda vale a pena. Porque simplesmente ainda existem pessoas que acreditam como você.

Dai você olha pra sua vida e aceita a mistura de mulher cheia de pé no chão, brava 
e meio esquisita com uma menina cheia de sonhos e brigadeiros. 
Um jeito meio Amelie que pode mudar tudo, até os sonhos.

Alguns sorrisos no meio do caminho te confundem ainda com a decisão da mudança. 
E trazem o que tanto você queria esquecer. 
Mas lembra também dos sorrisos daqueles que se reegueram por problemas resolvidos 
maiores que o seu. E sorri de volta, como quem agradece o pensamento mandado por 
algum anjo bom. E lembra-se dos erros, mas não esquece que não errou sozinha. 
E você não tem que mudar de casa, nem de rua, nem rosto, você tem que 
mudar seu pensamento. Ser gentil com seus erros, ajuda a corrigi-los. 
Te corrigir pro melhor que a vida está te preparando.

E a vida sempre estende a mão pra quem ciranda com ela. 
E então, sua história muda, orgulhos e tristezas são sentimentos 
feitos pra deixar de lado. Afinal e ainda bem, sentimento também muda!

A gente lê Caio Fernando, Tati Bernardi e Clarice e se reconhece 
acreditando que são eles que têm a cura pra dor. Podem até ajudar, menina. 
Mas nesse poço que você adora pular de vez em quando, só cabe você. 
Melhor ser esperta e ajudar outras pessoas a gostar de você. 
Nem Caio, nem Tati e Clarice vão te ajudar. 
O problema é teu. Resolva. E toma conta do teu coração pra não se esfolar de novo.


Dores vão e vem, mas enquanto tiver um sorriso no meio do caminho, 
um ombro pra encostar, uma piscada pra esquecer, um céu azul, 
uma janela aberta e um amanhecer de primavera você vai querer se reerguer e 
ver que quem perdeu não foi você.

Aprende menina, alguns sorrisos recebidos na vida não foram feitos pra lembrar. 
Foram pra guardar. No coração.
                                                                                       |vanessa leonardi|



quarta-feira, 9 de novembro de 2011

0 LDL - Lar Doce Lar

Postado por Priscila de Oliveira às 16:37 0 comentários Links para esta postagem
"Lar , doce lar "


Coisa certa de se falar
Lugar doce é esse
Tão gostoso de ficar...
E o lugar onde guardo
Tudo que fiz valorizar
Onde me sinto segura
Nesse mundo a trepidar
Nele tenho certeza
Em meio a tanto vacilar
E onde gostaria de estar 
Se o mundo fosse acabar ...
No aconchego do meu canto
Tantas coisas boas a recordar
E tantas outras para sonhar
Hoje , na sua doçura
Quero me refestelar !...



Related Posts with Thumbnails